Terça, 25 de Janeiro de 2022
34°

Pancada de chuva

Curiúva - PR

ESPORTES BRASILEIRÃO SÉRIE B

Coritiba bate o Operário e fica perto do acesso à Série A

Time coxa-branca teve atuação de gala no segundo tempo, venceu o Operário

04/11/2021 às 08h28
Por: Redação Portal Curiúva
Compartilhe:
Waguininho teve boa atuação e fez o segundo gol da vitória do Coxa. (Geraldo Bubniak/AGB)
Waguininho teve boa atuação e fez o segundo gol da vitória do Coxa. (Geraldo Bubniak/AGB)

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos fatos que acontecem na região e em todo Paraná

O Coritiba está cada vez mais perto de conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro do ano que vem. Com grande presença da torcida alviverde na noite desta quarta-feira (3), no estádio Couto Pereira, o Coxa, com um segundo arrasador, venceu o Operário por 3×1, chegou aos 61 pontos, abriu vantagem momentânea de dez pontos para o quinto colocado e pode, inclusive, confirmar o retorno à primeira divisão no final de semana.

O Coxa agora voltará a jogar fora de casa, neste sábado (6), diante do Náutico, às 16h15, no estádio dos Aflitos, em Recife. Já o Operário, ainda na luta pela permanência na Série B, tem um duelo difícil pela frente diante do Goiás, também no sábado, às 18h30, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O jogo

Mesmo com grande presença de público no Couto Pereira, quem começou melhor foi o Operário, que criou as duas primeiras chances. Na primeira, Thomaz recebeu livre e chutou com perigo. Depois, Longuine exigiu boa defesa de Wilson após cobrança de falta. Aos poucos, o Coritiba entrou no jogo e equilibrou as ações. A primeira oportunidade foi de Waguininho, mas o chute colocado passou a direita.

O Coritiba conseguia ser perigoso pelo lado direito, sempre nas investidas de Rafinha e Natanael. O Operário, aos 13 minutos, quase abriu o placar. Leandro Vilela, de longe, arriscou e a bola saiu por pouco. A partir dos 20 minutos, o Coxa adiantou sua marcação, dificultou a saída de bola do Fantasma e passou a dominar as ações do jogo.

Jogando praticamente todo no campo ofensivo, o primeiro gol quase saiu aos 21 minutos. Henrique cruzou, Waguininho desviou e Léo Gamalho quase marcou de cabeça. Na sequência, o Coritiba quase abriu o placar de bola parada. Igor Paixão cobrou falta, a bola passou por todo mundo e Thiago Braga salvou. Da forma que estava atuando, o primeiro gol alviverde parecia ser questão de tempo. Aos 32, Biro cruzou e Igor Paixão cabeceou por cima.

O gol tão esperado e até merecido do Coritiba saiu aos 38 minutos, mas foi anulado pela arbitragem. Depois da cobrança de falta de Rafinha, Léo Gamalho cabeceou, Thiago Braga defendeu e Henrique marcou, mas o camisa 3 estava impedido. Ainda no final do primeiro tempo deu tempo para Longuine perder boa chance para o Operário após bobeada na saída de bola de Matheus Sales, e Igor Paixão, no contra-ataque, obrigar o goleiro Thiago Braga a fazer grande defesa para garantir o placar zerado na etapa inicial.

Início arrasador, vitória e acesso mais perto

O Coritiba voltou do intervalo arrasador. Precisou de apenas dois minutos para abrir o marcador. Igor Paixão cobrou escanteio na medida para o zagueiro Luciano Castán marcar e dar mais tranqüilidade ao time alviverde. No embalo da torcida, o Coxa, mais confiante, ampliou quatro minutos mais tarde. Em boa troca de passes, a bola chegou até Waguininho, que bateu cruzado e fez o segundo.

Assustado, o Operário não tinha reação e o Coritiba aproveitou para fazer mais um e praticamente definir a vitória no Couto Pereira. Aos 11 minutos, Léo Gamalho recebeu na entrada da área, chutou forte e fez o terceiro do Coxa. O Fantasma, desta vez, não demorou para responder. Conseguiu, então, diminuir a vantagem aos 18. Depois do cruzamento de Thomaz, Felipe Garcia cabeceou e marcou o primeiro dos visitantes.

O gol animou o Operário, que foi buscar a reação, mas parou na boa marcação do Coritiba. O time de Ponta Grossa, na verdade, só conseguia chegar nas bolas paradas, que eram bem controladas pelo sistema defensivo alviverde. O ritmo do jogo não mudou até o final, com o Fantasma buscando mais o ataque, mas o ímpeto do adversário não foi suficiente para evitar mais uma vitória do Coxa na Série B do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 3X1 OPERÁRIO

  • Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR).
  • Data: quarta-feira, dia 3 de novembro.
  • Horário: 18h30.
  • Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
  • Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
  • VAR: Adriano Milczvski.

Coritiba:  Wilson; Natanael (Matheus Alexandre), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales(Bochecha) e Rafinha (Robinho); Igor Paixão (João Victor), Waguininho(Gui Azevedo) e Léo Gamalho.
Técnico: Gustavo Morínigo.

Operário:  Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Odivan (Guedes); Leandro Vilela (Rafael Chorão), Marcelo Oliveira e Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão); Felipe Garcia (Alan), Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho) e Thomaz.
Técnico: Ricardo Catalá.

Gols:  Luciano Castán, 2’, Waguininho,6’, Léo Gamalho, 11’ do 2º (CFC); Felipe Garcia, 18’ do 2º (OFEC)Cartões amarelos:  Natanael, Waguininho (CFC); Felipe Garcia, Leandro Vilela (OFEC)

Público pagante: 16.886
Público total: 17.343
Renda: R$ 451.065,00

 

Banda b.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias